Portal de Beleza: Como saber se seu Produto é Registrado na Anvisa?


Como saber se seu Produto é Registrado na Anvisa?

site da anvisa

Olá pessoal tudo bem com vocês? depois da repercursão sobre perigos do formol ( Matéria AQUI), vamos entender como funciona esse negócio de registro lá na Anvisa:
A grande responsável pela regulamentação e pelos registros de todos os cosméticos em território nacional  é a ANVISA.
O que significa Anvisa? Vou explicar: Agência Nacional de Vigilância Sanitária; se uma marca internacional que quer entrar no mercado brasileiro precisa seguir todas as normas dela.
E como isso Funciona Érika?
Bem, as empresas fabricantes ou as importadoras de cosméticos precisam informar a Anvisa sobre o cosmético: a fórmula, o que é o cosmético  assim como testes clínicos comprovando que o produto não vai causar nenhum tipo de alergia e irritação nas pessoas que vão usá los.
E como isto é feito? De duas formas:
A Notificação para produtos de Grau 1 e o Registro para produtos de Grau 2.
A notificação é rápida e simples: basta apenas a empresa  preencher um formulário que está disponível no site da Anvisa e acrescentar todas as informações necessárias como fórmula, embalagem, testes, certificados, etc... e quando tudo estiver pronto, só apertar o botão de  "protocolo". No mesmo instante, o produto aparece no site da ANVISA e já pode ser comercializado.
Já os registros são mais lentos, pois são processos que gira em torno de 80 a 100 páginas montados pelas empresas e que são enviados à Anvisa com todas as informações que foram pedidas.A Anvisa tem, por lei até 90 dias para aprovar ou não um produto e essa aprovação sai publicada no Diário Oficial da União: enquanto isso as empresas precisam aguardar!

Grau 1, Grau 2 ...O que é isto?

Esta é uma Classificação dada pela Anvisa para diferenciar os produtos:
os cosméticos de Grau 1 são os mais simples, ou seja aqueles que não possuem nenhum ingrediente restrito e que possuem propriedades básicas que não precisa ser confirmado por testes clinicos.Inclui mesta linha os produtos de higiene pessoal e alguns cosméticos:

Perfume ;
Base, Baton, Blush;
Shampoo, Condicionador;
Esfoliante, hidratante, tônico facial
Demaquilante, delineador, esmalte, lápis para olhos, lábios e sobrancelhas, e outros...,

Este processo é feito pela notificação eletrônica no site da Anvisa ( preenchimento de formulário e envio de documentos) e logo após esta protelação o produto  esta aprovado para a comercialização.

Simples né? já os de Grau 2 são  aqueles produtos que precisam de comprovação de segurança pois possuem algum tipo de indicação; como eles possuem ingredientes restritos precisam ter  sua eficácia comprovada :

Todos os Produtos infantis       
Antitranspirantes
Produtos com Fotoproteção
Shampoos e Condicionadores Anticaspa/Antiqueda
Produtos para Tingir ou Alisar os Cabelos, Descolorante Capilar
Produtos anti-rugas, Produtos para área dos olhos (exceto maquiagem)


Para estes tipos de produtos é necessário o envio de um processo para a Anvisa com todas as informações pedidas por ela e que será analisada.Aprovada ou não para comercialização essa resposta sai em torno de 90 dias.
Por isso um produto importado demora pra chegar aqui no Brasil né amados? Eles só podem vir pra cá depois de todo esse processo de registro .

Fazendo as contas: 3 meses de aprovação (Anvisa) + 3 meses de importação = 6 meses ou seja 1/2 ano  pra nós!


Enquanto isso muita paciência pra não cansar a nossa beleza né?

E como saber se o produto que está usando está legalmente registrado?


PRESTE ATENÇÃO NA ROTULAGEM DOS PRODUTOS

Pessoal antes de comprar ou usar um alisante, você deve conferir no rótulo do produto. O número de registro na Anvisa/MS, que se inicia com o dígito 2 e pode ter 9 ou 13 dígitos.


Exemplo: M.S. (ou ANVS) 2.XXXX.XXXX ou 2.XXXX.XXXX.XXX-X. 





Para confirmar se o produto está registrado regularmente entra no site da Anvisa : www.anvisa.gov.br, acesse o menu: 





Serviços/Consultas a Banco de Dados/Cosméticos e faça uma pesquisa.

Veja:





• O modo de uso. 


• O prazo de validade. 


• As advertências e restrição de uso. 


• Se o produto é indicado para uso profissional. 


• Além disso, siga as orientações do fabricante.




Fontes de Pesquisa:

http://www.anvisa.gov.br/ e http://www.inca.gov.br/

Gostou da Dica?Curte o Portal :







Comentários do Facebook
2 Comentários do Blogger

2 comentários:

Postar um comentário

Fico Feliz com Seu Comentário, volte sempre!

PS: Comentários anônimos não serão mais aceitos ok?

Top 10